Porque não deve escolher a gráfica mais barata - Minerva
Gráfica mais barata

A tendência da maior parte das empresas é procurar a gráfica mais barata que puderem encontrar. Conheça as consequências que isso pode trazer à sua empresa!

 

Hoje vamos debruçar-nos sobre um dos erros mais comuns cometidos pela maior parte das empresas: procurar a gráfica mais barata que puderem encontrar.

E deverá estar a pensar: “Erro? Porquê? Em tempos de difícil economia, não devo poupar nas despesas?”

Sim, na verdade é necessário poupar nas despesas, e é natural que haja essa preocupação, principalmente tendo em conta que a empresa tem que se cingir a um orçamento – exceto se isso significar poupar em outros aspetos fundamentais para a saúde da sua empresa, que hoje vamos aqui considerar.

Procurar a gráfica mais barata é, regra geral, a receita para o desastre. A qualidade é sempre o atributo mais importante. Uma gráfica barata pode custar-lhe muito, a médio e longo prazo. Para melhor analisarmos este assunto, vamos tomar como ponto de partida e como exemplo os cartões de visita, um dos materiais de comunicação mais utilizados no mundo corporativo.

 

Os cartões de visita e os apertos de mão

Cartões de viisita - Gráfica mais barata

As grandes empresas sabem que um bom cartão de visita é como um aperto de mão que deixamos com alguém.

Mas vamos olhar mais de perto para essa analogia. O que sentiu da última vez que recebeu um aperto de mão hesitante e desajeitado? Certamente terá sentido pouca confiança e segurança da outra parte. Por outro lado, já recebeu um “aperto de mão à Schwarzenegger”? Também não terá ficado com uma boa impressão – talvez tenha sentido alguma invasão ou prepotência.

As mesmas regras aplicam-se aos cartões de visita. Serão um fiasco se o papel for de baixa qualidade, e se a informação for demasiado pequena ou difícil de ler. Da mesma forma, um cartão de visita “schwarzeneggeriano”, com um design pesado e desatualizado, vai retirar a atenção da empresa que representa e colocar a pessoa de pé atrás.

Um bom cartão de visita vai despertar o interesse em saber mais sobre a empresa, enquanto que um cartão de visita de fraca qualidade vai deixar, na melhor das hipóteses, uma imagem neutra ou, na maioria dos casos, uma péssima imagem do seu negócio.

Assim, procure um equilíbrio sólido e sóbrio. Certifique-se de que a gráfica satisfaz as expectativas de qualidade, quer quanto ao papel, quer quanto à impressão e aos acabamentos.

 

Vantagens em optar por serviços profissionais

Qualidade - Gráfica mais barata

Trabalhar com uma empresa gráfica profissional vai garantir os melhores resultados. Uma gráfica experiente pode disponibilizar também serviços de design, o que pode fazer a diferença entre um catálogo que passa despercebido e um catálogo que causa impacto no cliente, facilita a leitura e desperta o desejo de conhecer mais sobre a empresa.

Além disso, existem alguns requisitos de qualidade que têm necessariamente um custo.

Por exemplo, existem (1) diferentes qualidades de tinta, que terão comportamentos distintos durante a impressão, implicando assim resistências diferentes à utilização do material impresso no dia-a-dia.

Além disso, o (2) controlo do processo de impressão implica o know-how e o trabalho de profissionais qualificados, experientes e competentes – no que diz respeito à verificação de fatores como a temperatura ou a humidade relativa no momento de impressão e, sempre que necessário, proceder a alguns ajustes técnicos, como a afinação de cor ou controlo ambiental.

Uma gráfica de qualidade investe nos seus (3) equipamentos, evitando máquinas compradas em 3.ª ou 4.ª mão, fazendo periodicamente a sua manutenção e garantindo que se encontra sempre bem calibrada.

Para que a avaliação do trabalho final não se reduza à subjetividade do olho humano, são utilizados alguns (4) instrumentos de precisão, como o conta fios (lente que ajuda a ver aquilo que não é possível ver apenas a olho nu), densitómetro (usado para medir a densidade da cor e área de trama), ou o espectrofotómetro (usado para análise espectral, ou seja, para obter toda a informação de cor), entre outros.

A preocupação e o rigor no (5) cumprimento de prazos é, na maior parte das vezes, crucial para os clientes. Isso envolve uma organização e estrutura especializada de fluxo de trabalho e uma logística humana eficaz. Se uma gráfica se preocupa com este fator, provavelmente terá uma qualidade de atendimento e de desempenho acima da média.

A forma (6) como o trabalho final é entregue ao cliente pode também diferir muito de gráfica para gráfica. O trabalho encontra-se limpo, rigorosamente aparado e bem acondicionado ou, pelo contrário, parece ter “andado aos trambolhões”? Como quer que o seu trabalho seja tratado?

 

Não restam dúvidas, portanto, que o fator preço não deve ser o único a ser tido em conta na altura de escolher uma gráfica. É irrealista esperar bons resultados se o seu material de comunicação transmitir desleixo e fraca qualidade. As pessoas vão pensar o mesmo dos seus produtos ou serviços.

Porém, isto também não significa que deve procurar a gráfica mais cara. O fator preço não deve ser posto de parte. Aqui, a chave é encontrar uma gráfica competitiva que alie qualidade a um preço justo.

 

Não é preciso ter um cartão de visita caro para ter uma boa imagem. É preciso evitar um cartão de visita que pareça barato.

 

Uma boa gráfica é mais do que um fornecedor de tinta no papel – é um parceiro que acrescenta valor ao seu negócio.

Materiais de qualidade vão trazer retorno ao seu investimento. Materiais sem qualidade morrem na praia. Com a abundância de empresas concorrentes, porque arriscar em materiais de comunicação sem qualidade que vão impactar negativamente a sua reputação?

Não poupe no sucesso da sua empresa!

 

 

Se gostou deste artigo e quiser receber comodamente e em primeira mão os nossos conteúdos, subscreva a nossa newsletter. A inscrição é gratuita!

AUTHOR: Minerva

Somos mais que uma empresa de artes gráficas. Damos resposta a todas as necessidades de comunicação da sua empresa. E adoramos o nosso trabalho!

Sem comentários

Deixe um comentário ;)

O seu endereço de email não será publicado

Subscribe!