O seu site é o rosto do seu negócio na internet, e deve ser o mais profissional possível. Veja como criar um site profissional e distinguir-se da concorrência!

Já não é novidade: estar na internet deixou de ser uma opção, e passou a ser uma real necessidade para todas as marcas.

Neste momento, já foram criados, em todo o mundo, mais de 1,7 biliões de sites; existem 4,3 biliões de utilizadores na internet e foram efetuadas mais de 77.374 pesquisas no Google por segundo. Como está a ler este artigo depois de ter sido escrito, os dados já terão aumentado; mas poderá ver, a qualquer momento, os números reais na plataforma Internet Live Stats.

E o que é que esta informação tem a ver consigo ou com a sua empresa? Na verdade, estes números representam pessoas (com perfis e necessidades diferentes) que procuram produtos e serviços para resolver os seus problemas. E é nesse momento que a sua empresa deve ser encontrada.

  1. Como criar um site profissional – Estrutura e conteúdo

Se os utilizadores não encontrarem de imediato o que procuram, vão abandonar o site e procurar outro da concorrência.

Por isso, é importante que o seu site lhes proporcione uma experiência de navegação rápida, intuitiva e visualmente confortável.

Organize a informação de acordo com a hierarquia de conteúdo. O mais importante deve ter mais destaque, e o conjunto deve manter-se coerente. As técnicas mais avançadas de web design (UX/UI) ajudam a otimizar a experiência de navegação de acordo com as necessidades do utilizador.

A coerência deve também estar presente na programação do website. O código deve conter as identificações corretas, com as respetivas “tags”. Os utilizadores não as veem, mas o Google usa-as para entender do que o seu site se trata, e assim poderá avaliá-lo como pertinente para as pesquisas dos utilizadores, elevando o seu posicionamento.

criar site profissional estrutura conteúdo
  1. Como criar um site profissional – Legibilidade

O comportamento de leitura num site é muito diferente do comportamento de leitura de um livro. A tendência do utilizador é fazer um “scan” da esquerda para a direita, em Z.

Um site com boa legibilidade permite que o utilizador, sem nenhum esforço, consiga identificar rapidamente, no texto, a informação que ele precisa de encontrar. Assim, faça bom uso do contraste, cores, tamanhos, tipos de letra e aconselhe-se com um profissional de Web Design quanto às melhores práticas de User Experience/User Interface.

  1. Como criar um site profissional – Copy

Copy é o texto que os utilizadores leem nas páginas do seu site, que os orienta e lhes diz o que precisam de saber.

A qualidade do texto pode fazer a diferença e determinar se o utilizador vai continuar a ler o seu conteúdo, ou abandonar o site. Certifique-se de o texto tem a capacidade de manter os visitantes interessados, dirigindo-se diretamente às necessidades do seu público e demonstrando como as pode solucionar.

Além disso, se o seu conteúdo não for claro, bem construído e contiver erros gramaticais, os utilizadores vão abandonar o site e fazer juízos de valor negativos sobre a sua marca.

  1. Como criar um site profissional – Otimize para dispositivos móveis

Hoje em dia, é mais provável que os utilizadores acedam ao seu site pelo telemóvel ou tablet. Por isso, é fundamental que o seu site esteja otimizado para dispositivos móveis.

Desta forma, o seu site terá uma boa performance em todos os tipos de dispositivos, proporcionando aos visitantes uma experiência consistente, independentemente do tamanho do ecrã que utilizam. Resultado? Os utilizadores vão permanecer no seu site e vão criar uma imagem profissional da sua empresa.

  1. Como criar um site profissional – Google Analytics

A plataforma Google Analytics é uma das mais completas ferramentas de análise web. Provavelmente já a terá instalado no seu site, mas muitas pessoas apenas se preocupam com o número de visitas num determinado período.

Contudo, há muitas outras formas de usar esta ferramenta para melhorar o seu negócio. Por exemplo, poderá saber quantas vendas fez, o que os utilizadores estão a procurar no seu site, quantas vezes foi feito o download de um material, quais os canais que estão a gerar mais visitas ou receita, entre muitas outras.

Por exemplo, uma métrica muito útil é a “Bounce Rate” (Taxa de Rejeição), que indica quantas pessoas visitam o seu site sem efetuar qualquer ação, abandonando-o logo de seguida. Com esta informação, é possível perceber o que poderá estar na origem do abandono das páginas onde o Bounce Rate é mais elevado; por exemplo, o conteúdo pode não ser suficientemente interessante, a página pode estar lenta, o título e a meta-descrição podem ter gerado uma expectativa diferente do conteúdo que o utilizador efetivamente encontrou, o site pode não estar adaptado para dispositivos móveis, entre outros motivos. Conseguindo identificar as páginas onde ocorre maior abandono, será possível analisá-las para introduzir alterações e melhorias.

Não deixe de consultar os 6 erros mais comuns a evitar no seu site, e tenha sempre consigo uma lista de itens para avaliar o seu website.

Newsletter