Tempo médio de leitura: 3 minutos

À procura de novas ideias para aumentar a lista de contactos para a sua newsletter? Encontre aqui 6 dicas para pôr já em prática!

Se tem (ou gostaria de ter) a recomendável prática de enviar newsletters aos seus clientes, esta estatística vai, no mínimo, surpreendê-lo: segundo um estudo de Marketing Sherpa, o número de contactos de uma base de dados, de forma natural, diminui cerca de 2,1% por mês, ou 22,5% por ano.

Porque se perdem tantos contactos? Por vários fatores: os endereços de email mudam com a renovação de recursos humanos de uma empresa, os subscritores deixam de usar um endereço de email antigo, ou aqueles que não relevantes para o seu negócio acabam por remover a subscrição.

O tempo é um grande inimigo para as bases de dados. Por isso, é importante ter estratégias para compensar a perda natural de contactos.

Dica: nunca compre contactos para enviar a sua newsletter! Além de violar o Regulamento Geral de Proteção de Dados, esses contactos não o conhecem, vão sentir-se invadidos e, por isso, vão eliminar o email, remover a subscrição ou marcar o seu email como SPAM. Além disso, vai prejudicar a sua taxa de entregabilidade e a reputação do seu IP.

Então, o que fazer? Vejamos!

  1. Newsletter – Crie conteúdo de qualidade.

Eleve sempre a fasquia na altura de produzir conteúdo. Ausculte, em primeiro lugar, que tipo de conteúdo os seus clientes gostariam de receber, e torne-se o melhor dessa área.

Desta forma, as pessoas manterão a subscrição e aguardarão com expectativa a sua newsletter.

Se tiver vários tipos de cliente, segmente a sua comunicação – aquilo que pode ter interesse para um tipo de cliente, pode não ter para outro. As pessoas vão querer receber a sua newsletter se esta abordar os seus interesses específicos.

newsletter conteúdo de qualidade
  1. Newsletter – Encoraje a partilha.

Este ponto poderá, à primeira vista, parecer desnecessário – se uma pessoa quiser partilhar conteúdo, saberá como o fazer. Contudo, os subscritores nem sempre têm presente essa possibilidade, e ter na newsletter um call-to-action claro e imediato vai lembrar e facilitar a ação.

Assim, nunca prescinda dos botões de partilha social e de recomendação a amigos.

  1. Newsletter – Inclua a subscrição nas assinaturas de email.

Se já interage naturalmente com os seus clientes por email, eles estarão mais recetivos a subscrever a sua newsletter e, por isso, esse será o expectável próximo passo.

Assim, adicione à sua assinatura de email um call-to-action apelativo que envie os seus clientes para a Landing Page de subscrição.

newsletter assinatura email
  1. Newsletter – Ofereça recursos.

A velha frase “Subscreva a nossa newsletter” não resulta – ninguém o faz só porque é pedido. O que resulta é oferecer ao cliente algo que tenha valor para ele, em troca da subscrição.

Por exemplo, poderá oferecer um ebook, uma ferramenta, um template, um tutorial, uma checklist, kits, apresentações, quizzes, simuladores – são as chamadas “iscas digitais”. O utilizador, quando encontrar na internet o seu conteúdo, vai querer fazer o respetivo download, e para isso terá de fornecer o seu email e subscrever a newsletter.

“No marketing contemporâneo, a pesca é mais vantajosa do que a caça. Não persiga clientes; seja encontrado por eles.”

newsletter recursos
  1. Newsletter – Tenha um blog.

Se ainda não tem blog, deve começar já! Os artigos ajudam a melhorar o ranking do seu site nos motores de pesquisa e, por consequência, será encontrado por potenciais clientes que procuram na internet resposta a uma dúvida – e se o seu artigo responder com qualidade a essa dúvida, os utilizadores vão querer subscrever para continuar a receber o seu conteúdo.

Tenha também autores convidados para colaborarem no seu blog – é uma forma de alargar a sua audiência e expandir a sua lista de contactos.

  1. Newsletter – Crie anúncios no Facebook.

O Facebook é uma das mais poderosas ferramentas de publicidade, se usada corretamente. Invista na criação de anúncios patrocinados para impulsionar a subscrição de newsletter.

Ao criar o anúncio, comece por tentar despertar e prender a atenção do utilizador. De seguida, elenque alguns benefícios que ele terá ao subscrever a newsletter e termine com um call-to-action claro e imediato. Durante todo o processo de criação, redija um copy persuasivo e use um design cativante.

Dicas extra: (1) faça retargeting no Facebook a pessoas que já visitaram o seu site e que leram o seu conteúdo e (2) crie uma audiência lookalike no Facebook, baseada na sua lista de emails já existente, e impacte-a com um anúncio.

Newsletter